Geral Gestora

Gestora Regional de Educação explica suspensão de aulas em algumas escolas da rede estadual de Imperatriz

Gestora Regional de Educação explica suspensão de aulas em algumas escolas da rede estadual de Imperatriz

30/08/2021 12h55
Por: Carlos Leen
Gestora Regional de Educação explica suspensão de aulas em algumas escolas da rede estadual de Imperatriz

Quatro escolas da rede estadual de ensino estão com aulas presenciais parcial ou totalmente suspensas.

Três destas escolas seguem com aulas apenas em formato remoto: Dorgival Pinheiro de Sousa, Militar Tiradentes e Graça Aranha.

Segundo a Gestora da Regional de Educação de Imperatriz (UREI), Profa. Dra. Orleane Santana, a suspeição parcial ou total das aulas presenciais não significa dizer que os alunos ficarão sem aprendizagem, tendo em vista que os conteúdos poderão ser aplicados via sistema remoto (on line) e com isso manter o calendário letivo. 

A suspeição das aulas presencias nestas escolas serão por 14 dias, salvo o Graça Aranha que por três dias manteve os alunos em casa, fez testagem dos casos suspeitos de sua comunidade - todos resultaram em negativo.

“Após catorze dias voltaremos ao sistema hibrido, que é quando o aluno vai a escola dia sim, dia não, e, as escolas a partir deste formato estarão trabalhando com apenas 50% da quantidade de total de alunos o que assegura o distanciamento social.” Afirmou Profa. Dra. Orleane Santana. 

Segundo a Gestora de Educação, cada caso será avaliado em comunicação com o conselho escolar e os pais dos alunos, que serão orientados a não permitirem que os filhos frequentem a escola com sintomas gripais. A orientação é de que qualquer suspeita deve ser comunicada a Direção Escolar que informará à UREI que fará os encaminhamentos para fazer a testagem dos casos suspeitos.

“Não há motivo ainda para maiores preocupações.  O uso de máscara e de assepsia das mãos com álcool em gel protegem em 75 a 80 por cento e estas medidas estão sendo tomadas por todas as nossas escolas. Então mesmo tendo três situações de testagem positiva nas escolas, a comissão de saúde dessas escolas decidiu suspender por catorze dias as aulas presenciais por medida de segurança. Após esse período retornaremos ao formato hibrido.” Explicou a Gestora Regional Profa. Dra. Orleane Santana. 

As aulas retornaram em 2 de agosto deste ano. Por enquanto nossas escolas seguem normalmente as recomendações e protocolos de biossegurança para continuarmos trabalhando com nossos alunos no sistema hibrido, uma forma mais eficaz de minimizar as perdas na aprendizagem.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.