Geral Unidade

Unidade Regional de Educação (URE-Imperatriz) realiza avaliação com estudantes para medir os níveis de aprendizagem em Português e Matemática

Unidade Regional de Educação (URE-Imperatriz) realiza avaliação com estudantes para medir os níveis de aprendizagem em Português e Matemática

02/09/2021 20h37
Por: Carlos Leen
Unidade Regional de Educação (URE-Imperatriz) realiza avaliação com estudantes para medir os níveis de aprendizagem em Português e Matemática

Acontece de 30 de agosto a 02 de setembro de 2021, nas escolas públicas, as provas do SEAMA (Sistema Estadual de Avaliação do Maranhão). Cerca de 325.000 (trezentos e vinte cinco mil estudantes) em 216 municípios estarão fazendo uma avaliação diagnóstica para aferir o nível de conhecimentos em Língua Portuguesa e Matemática.

Criado pela SEDUC (Secretária Estadual de Ensino), que gerencia as escolas de ensino médio do Maranhão, as provas do SEAMA também estão sendo aplicadas pelas SEMEDs para o ensino fundamental por meio do “Pacto pela Aprendizagem” firmado entre Estado e municípios. Os indicadores resultantes dessa avaliação servirão para subsidiar o planejamento de políticas públicas que combatam ou minimizem os déficits de aprendizagem de estudantes em todo o Estado do Maranhão.

Educação básica de qualidade

No ensino fundamental fazem a prova alunos do 2º, 5º e 9º Anos. Alunos e alunas das 3ª séries do ensino médio também foram convocados em uma magnífica força-tarefa envolvendo SEDUC, Regionais de Educação, coordenações pedagógicas, SEMEDs gestores escolares e professores.

“Através do Pacto pela Aprendizagem a SEDUC está preparando as SEMED’s que estão fazendo este trabalho de multiplicação e hoje a prova está sendo aplicada tanto no ensino fundamental (de responsabilidade dos municípios) quanto no ensino médio, com o Estado dando todo o suporte para melhorar os indicadores e com isso ajudando a fomentar a aprendizagem desde a base escolar, para diminuir a desigualdade social e a diferença de oportunidades entre as crianças.” Ponderou a Gestora Regional de Educação, Profa. Dra. Orleane Santana.

Ineditismo

Será realizada pela primeira vez com alunos dos 2º anos do ensino fundamental, um “teste de fluência” (teste de leitura) para verificar se o estudante possui habilidades mínimas na compreensão e interpretação de textos e caso não tenha, para sejam corrigidas estas deficiências antes que o aluno avance para a série seguinte.

“O aluno do 2º ano do fundamental, que for identificado sem saber ler, terá um tratamento especifico da SEMED de seu município com acompanhamento necessário para que ele não chegue no Ensino Médio com déficits de leitura. Desta forma o Estado combate o problema desde a base”. Concluiu a Profa. Orleane Santana.

Para a Gestora Regional com o advento da pandemia toda a vida escolar foi afetada. Na educação pública a realidade foi ainda mais severa. Em boa parte das cidades, alunos de escolas particulares tiveram pelo menos aulas remotas. Nas escolas públicas municipais a regra em muitos casos foi a ausência completa de aulas.

“Com a realização da prova SEAMA os indicadores irão mostrar o verdadeiro nível de aprendizagem dos nossos estudantes e através destes números saberemos onde focar para resolver os problemas”. Concluiu Profa Orleane.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.