Política Eleições 2022

Carlos Brandão é escolhido para linha de sucessão de Flávio Dino

O anuncio foi feito agora pouco durante reunião em São Luis com partidos aliados

30/11/2021 19h28 Atualizada há 2 meses
Por: Carlos Leen
FLÁVIO DINO CONFIRMA BRANDÃO COMO CANDIDATO DO GRUPO
FLÁVIO DINO CONFIRMA BRANDÃO COMO CANDIDATO DO GRUPO

Cerca de seis meses após a reunião de julho deste ano e da “Carta Compromisso,” assinada por líderes e partidos aliados ao Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino agora bateu o martelo e referendou o nome do atual Vice-Governador Carlos Brandão como nome mais apto a disputar as eleições 2022 em nome deste grupo.

No último semestre o governador sempre deixou claro para os partidos e os aliados signatários da “Carta” que seu desejo era de que haja consenso interno para as eleições de 2022.

“Nesta segunda, fizemos reunião com os 13 partidos que compõem o nosso governo. A eles manifestei a posição de apoiar a pré-candidatura do vice-governador Carlos Brandão ao cargo de governador em 2022. Agora os partidos vão debater em busca da máxima unidade.” Afirmou Flávio Dino.

Atualização 01: Para Weverton Rocha (PDT) será oferecida a vice e suplência de senador.

Atualização 02: O governador Flávio Dino tuitou a seguinte mensagem as 20:55: “Nesta segunda, fizemos reunião com os 13 partidos que compõem o nosso governo. A eles manifestei a posição de apoiar a pré-candidatura do vice-governador Carlos Brandão ao cargo de governador em 2022. Agora os partidos vão debater em busca da máxima unidade.”

Carlos Brandão

Carlos Orleans Brandão Junior (Colinas, 2 de junho de 1958) é um empresário e político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). É o presidente do partido no Maranhão e vice-governador reeleito do Estado. Anteriormente, atuou como deputado federal por dois mandatos consecutivos. É formado em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

Iniciou sua vida pública nos anos 1990, ocupando o cargo de secretário adjunto de Estado de Meio Ambiente. Ainda em meados dos anos noventa, passou pelas funções de chefia do gabinete do vice-governador, foi secretário de Estado de Articulação Política e também secretário-chefe do gabinete do governador. Sua primeira filiação política foi ao PFL.

Em 2006, filiou-se ao PSDB e disputou sua primeira eleição, concorrendo ao cargo de deputado federal. Nessa ocasião, foi eleito com quase 135 mil votos. Foi reeleito em 2010, cumprindo mais um mandato federal

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.